Este ano tenho feito algumas provas do Mitsubishi Circuito Lisboa Trail, e com prova na serra de Monsanto e eu com falta de rodelas de contraplacado na minha vitrine dos troféus resolvi inscrever-me também nesta.

Na partida tivemos o habitual speaker destas provas a animar os atletas, a dizer às mulheres para se despacharem a ir para a partida e para a próxima vez não demorarem tanto tempo a arranjar-se em casa e chegarem a horas. Falou também várias vezes sobre os lagartos em prova, mas não falou sobre lampiões nem os tripeiros. Seriam os lagartos atletas dos salamandrecos e eu não percebi?

A prova começava na Ajuda junto ao Geomonumento do Rio Seco com uma subida relativamente longa boa para espalhar bem os atletas e não haver filas nos trilhos, para isso bem basta o Everest.

A prova estava bem marcada, bastantes fitas que a organização a esta hora de certeza já tirou todas seguindo a velha máxima de não deixar nada nos trilhos a não ser pegadas e as árvores e pedras pintadas a spray.

Eu escolhi a prova curta por ser mais curta do que a longa e porque não me apetecia andar às voltas em monsanto em locais que corro com frequência. No entanto houve alguns pontos que em vez de marcações colocaram seres humanos, por isso houve pessoas a seguirem pelos trilhos errados, incluíndo os vassouras.

Como em qualquer prova de trail que se preze, só é preciso ter marcações, quem depois anda nos trilhos tanto faz, por isso durante o percurso tive de me desviar várias vezes de ciclistas em single tracks. Também pelo que custa a inscrição nestas provas não podemos exigir trilhos só para nós e não levar com bicicletas em cima.

No final havia bons abastecimentos incluindo pipocas. Havia era novamente o speaker, desta vez a dizer para as gordas com problemas de tiróide deixarem de inventar desculpas para serem magras e fecharem mas é a boca.

Terminada a minha prova voltei para trás para ver os atletas ainda em prova e fui abordado por um dos organizadores que estava a motivar os finishers na recta da meta, a perguntar se tinha gostado da prova. Mas como eu comecei a enumerar o que estava errado em vez de ter dito que sim, ele voltou aos seus gritos de motivação e virou-me as costas.

Gostei dos trilhos, mas como para correr deles não preciso da werun, a próxima vez que quiser correr acompanhado vou à hora do esquilo, trilhos do costume, treinos associação David Vaz ou treinos somais1km.