Eu nunca fui o MIUT mas tendo em conta a minha experiencia de trail em provas de 20km achei por bem que devia partilhar convosco algum conhecimento para ajudar a levar a bom porto a vossa odisseia de atravessar a ilha da madeira e percorrer 115km com 7200D+.
Dizer para gerirem bem a corrida, nao se preocuparem com os cortes de tempo, não esquecerem-se da alimentação e ter cuidado com o frio é um clichet.
Coisas realmente importantes e que podem fazer a diferença:

– Há quem goste de descrever o MIUT como sendo um bicho mau, mega complicado mas nao é. Eu li no site da prova e o MIUT é só mais uma corrida que parte centro da vila do Porto Moniz, percorrendo, numa primeira fase noturna, veredas e levadas da costa norte, tendo como referência o planalto do Paúl da Serra – Maciço Montanhoso Ocidental. A primeira grande subida tem como ponto de referência o Fanal. Segue-se, depois, a descida técnica para o Chão da Ribeira e, logo de seguida, nova subida longa para os Estanquinhos. São Vicente é a próxima passagem, ainda antes da chegada à Encumeada, onde o percurso penetra no Maciço Montanhoso Central, não sem antes fazer uma incursão ao Curral das Freiras para depois, então, enfrentar os míticos picos Ruivo e Areeiro. A partir daqui, o percurso é maioritariamente a descer, com passagens pelo Ribeiro Frio, Poiso e Portela, a partir da qual a Serra das Funduras oferece uma interminável rede de singletracks rumo à descida técnica da Degolada que levará os participantes à vereda do Larano, em direção à Boca do Risco e descida para a Levada do Caniçal. A fase final, percorrida na Levada, terá como pano de fundo o vale de Machico, com a meta instalada junto ao Fórum Machico e já está.

– A prova começa ‪às 00h00‬ de sábado, para grande parte so termina já depois das ‪00h00‬ de domingo. Isso significa + de 40 horas sem lavar os dentes. Que granda javardice. Mandem por isso uma pasta de dentes e escova no saco para o curral das freiras.

– Levem óculos de sol na mochila, quando sairem de Estanquinhos com o Sol a nascer, não vão querer ficar encandeados na descida.

– Levem sacos de plástico daqueles para apanhar o cocó dos cães convosco, é muito feio deixar poias e lenços de papel sujos espalhados pela Ilha.

– Esta dica é para quem está a ler isto mas quem ganha é quem vêm atrás. Tentem correr de forma levezinha. O terreno tem zonas com alguma lama. Ao fim de 500 pessoas passarem essa alguma lama será um charco digno de colocar uma cerca em volta e criar leitões. Por isso corram de forma leve e sem pisar mto o chão. Pensem em quem vêm atrás.

– Por fim, não pensem demasiado na meta. Se tiverem de desistir desistam, para o ano voltam mas à prova de 85. Se for preciso desistem novamente da de 85 e vão aos 42, ou aos 16 caso não consigam também os 42, mas a meta será vossa. Não se preocupem.