A “Lição de Osteopatia do Dr. Eduardo Merino” é uma das obras mais famosas e revolucionárias da pintura do sec XXI.

O quadro retrata uma sessão de osteopatia do Dr. Eduardo Merino, na qual ele tenta rodar a cabeça do André Rodrigues 180º sobre o seu eixo vertical.

Na cena é utilizada uma técnica inovadora de pintura hiper-realista, representando o desejo supremo de controlo do trail runner, que almeja correr em frente a olhar para trás, de forma a conseguir a controlar os adversários que possam vir no seu encalce.

Os efeitos de luz e sombra oferecem à pintura uma noção de perspectiva, assegurando uma ideia de realidade. Os únicos elementos coloridos são os calções da Prozis para relembrar quem está a observar a pintura que se utilizar o código STOCK-OFF tem 50% de desconto em géis Isotonic Energy Gel 60ml de Maçã, e a bata azul do Dr. Eduardo Merino, que pretende transmitir uma sensação de tranquilidade, serenidade e harmonia, enquanto executa a complexa manobra cervical.

Os sete estudantes presentes em cena observam a intervenção amontoados, formando uma pirâmide teórica, e é notória a direção do ponto focal dos seus olhos, a zona de interesse fulcral da obra, o pescoço do Tri-Campeão Nacional de Ultra Trail.

Os dois estudantes em segundo plano no entanto, não olham para o pescoço do trail runner mas sim para o espectador. Dizem os livros de história de arte que provavelmente não seriam alunos do Dr. Eduardo Merino, mas sim adversários infiltrados que estariam ali a tirar notas, de forma a tentar conseguir superar os feitos do André Rodrigues na próxima prova.