Chegou o momento.

Ninguém me desafiou mas vou arriscar.

Embora ainda não tenha descoberto qual a modalidade da moda para me dedicar exclusivamente à ela, resolvi que irei pela primeira vez à prova que é o Santo Graal do trail running nacional.
A prova por onde todos os trail runners de topo já passaram e os que não passaram um dia destes passarão.
A prova onde se separa o trigo do joio e se vê quem é que treina e quem é que anda só no mato a apanhar carraças e comer amoras.
A prova com que muitos sonham, mas que demoram muito a inscrever-se e depois lixam-se.
A prova que não sei se tem amendoins com sal nos abastecimentos mas se não tiverem vou criticar.
A prova que eriça os pelos do runner depilado.
A prova que ainda não é do campeonato do mundo mas um dia será com certeza.
A prova onde por mais 5€ almoças ao lado dos teus ídolos.
A prova em que as borboletas no estômago não têm espaço para bater as asas devido aos electrólitos.
A prova onde os e-mails de confirmação vão para o spam.
A prova que é seguramente a capital do trail running em Portugal e onde se trata por tu o espírito do trail.