Quando me desafiaram para fazer a Lisbon ECO Marathon ao inicio hesitei. Quase toda a gente que conheço que já fez esta prova (umas 2 pessoas) dizem que não é grande coisa. No entanto como sou aventureiro resolvi arriscar. Inscrevi-me na MINI que tem quase 12km. Havia também 21km e 42km.

Estudei o percurso de véspera para tentar não ser apanhado de surpresa. Arranquei na frente para tentar não perder muito tempo na zona de ciclovia. O inicio da prova até quase aos pupilos do exército parece ser sempre a descer mas engana. Ao chegar à radial de Benfica dá para perceber que tem uma leve subida. Foi onde comecei a ser ultrapassado.

Saindo da ciclovia é onde realmente começa a MINI Ecomaratona. são 100metros verticais com empedrado no Ínicio e depois alcatrão até ao cume nos 175m. Aqui nesta zona baralhei-me. Era alcatrão lisinho mas era tão inclinado que não sabia se havia de invocar o espirito da corrida de estrada ou o espirito do trail. Optei pelo do trail e caminhei…

O primeiro abastecimento era aqui. Bebi água e molhei-me, estava um calor abrasador e eu não me dou bem nem com o calor. Nem com o frio.

Até ao próximo abastecimento era uma descida vertiginosa com bastante inclinação, mesmo boa para partir pernas. Estava a doer-me as canelas por isso tentei ir com juízo até à entrada na zona não alcatroada. Vulgarmente denominada de trilhos.

A zona de trilhos são 2.2km na Pista do Caminho da água e Pista do aqueduto. As paisagens sao espetaculares, com árvores por todos os lados. E trilhos com gravilha mas dos antigos. Com a gravilha já bem enterrada e plana tudo bastante fofinho. Nesta zona havia algo que vi pela primeira vez que foi abastecimentos aéreos. Muita bicharada rica em proteína que era só abrir a boca e ir engolindo. Faltava a água para empurrar mas serviu para o caso. Final do trilho e tem uma zona técnica junto ao aqueduto com 2 pedras bastante grandes e alguns ramos que é preciso baixar ligeiramente a cabeça.

Fim do aqueduto e voltamos pelo mesmo percurso que fizemos a subir, mas agora a descer. Esta parte pareceu-me toda bastante rápida, os km na ciclovia e por baixo do eixo norte-sul passaram a bom ritmo até à ultima súbida.

A subida do jardim da amnistia internacional embora curta ainda deixou algumas mazelas em alguns atletas, tendo alguns que fazer a subida a andar, altura em que aproveitei para subir uns lugar na classificação geral (no meu escalão não mudou nada pois estava a ultrapassar era senhoras). Desde ali até ao palácio da Justiça foi só gerir a prova para terminar bem.

Resumidamente gostei bastante da prova, extremamente bem organizada, na zona da partida havia uma zona de chill out, com mesas, cadeiras e chapéus de sol. Nessa mesma zona havia um stand da refood em que davam água antes da prova a quem quisesse, e no final a mesma coisa, bem como fruta. Durante a prova havia 2 pontos em que davam água e fruta (eram 12km). Tudo impecável, até a polícia que deixou o ironpriest estacionar a mota em cima do passeio sem a bloquear. Melhor que isto não conheço.