Acabou-se a Vaselina

Coincidência ou não, ontem foi dia do primeiro e último treino Mete Vaselina.

Tal como anunciado iriamos correr 10km, pelo Jamor e assim foi. O treino tinha tudo para correr mal, mas não correu.

O ponto de encontro estava ocupado. 3 Pessoas sentaram-se no banco combinado e por isso tive de improvisar. Sentei-me a 4 metros do banco.
Eu sabia que pelo menos 3 pessoas viriam, na realidade apareceram 20(!).

Todo o treino foi feito a bom ritmo, ninguém se perdeu e a Bianca não caiu.

No topo na subida do emigrante, preparei um chafariz com água quentinha para podermos beber um chá. Foi má ideia. Ninguém aderiu ao chá.
Fizemos a descida de emergência sem paragens e rapidamente entrámos na subida do Presidente. Tudo impecável, ninguém se queixava.

Entrámos no estádio Nacional que aluguei de propósito para o evento. Eu tive um sonho em que haveria um atleta neste treino que iria conseguir dar uma volta completa em menos de 43 segundos ou 48 no caso das senhoras. Não conseguimos mas pouco faltou. Terminou tudo a volta de 400metros de rastos.

Voltamos ao ponto de partida para cumprimentar o público e darmos uma volta ao lago. Grupo impecável, como pedido ninguém fez mal aos patos. Iria começar a subida mais complicada. Pouco técnica mas com bastante desnível, a subida da Avózinha. Todos subiram mas alguns corredores que estavam no treino à revelia do seu treinador ou a recuperar de lesões acharam melhor ficar por ali.

Passámos na janela da minha avó que infelizmente não ficou impressionada. Eu disse que ía correr e para minha vergonha estava tudo a andar.

Lá continuámos, um pouco de soft trail a descer e mais soft trail a subir para a malta do trail não vir para as redes sociais queixar-se.
Subida da Vista Alegre feita, só faltava descer de volta ao ponto de partida.

Chegámos já de noite e tudo sem frontal (eu avisei!).

Fui buscar finalmente o trunfo que não iria permitir ninguém falar mal do único treino organizado por mim. O melhor bolo de chocolate do mundo não é de nenhuma loja. É mesmo é o da minha avó!

Sorteio do magnífico dispositivo de iluminação para usar em casa quando estão a fazer reforço do core e não querem acender a luz do tecto ou para os mais habilidosos para usar como frontal em provas nocturnas, e a grande felizarda foi a Catarina.

Treino feito só houve uma coisa que a meu ver correu mal e desapontou alguns participantes que seguiam o mete Vaselina desde o inicio.

Eu não ser o João Campos..

Obrigado a todos os que ontem apareceram no Jamor sem medo de ser tudo uma emboscada para eu lhes tirar um rim. São todos os maiores.

P.S.: Todos os corredores que ontem tiveram no treino, tem direito a uma inscrição gratuita no treino de Escadinhas & Subidinhas de 13 de Setembro do “Porque a vida não é só corrida” do e uma inscrição gratuita no treino “Trilho Back to School” do grupo Só +1 km. O código para usarem é METEVASELINA10PROMO

Ricardo Silva

Eu sou o Ricardo Silva e este é o meu blog …ou site ou sítio ou o que lhe quiserem chamar. Estou aqui para vos motivar, para vos ensinar cenas sobre corrida, running e algum jogging, para relatar os meus treinos e da minha crew, para vos ajudar a superar tudo e todos e para irem até ao infinito e mais além. A minha carreira como corredor começou muito cedo. Na zona onde eu vivia os jovens tinham por hábito atirar ovos no carnaval, e eu odeio ovos. Por isso treinava sempre o ano inteiro para chegando o entrudo conseguir ir de casa para a escola e vice-versa sem levar com um ovo na tola. Posso dizer que fui sempre bem-sucedido nesta matéria e até hoje nem 1 ovo aterrou na minha cabeça. Com o passar dos anos e a entrada para a faculdade a minha motivação para a corrida passou a ser outra. Tinha de apanhar 1 autocarro, 1 comboio, e barco e novamente um autocarro para chegar à faculdade. A margem de erro era mínima por isso tinha de andar sempre a correr para garantir que não perdia nenhum destes transportes. Hoje em dia corro porque está muito na moda. Toda a gente corre e tem roupas fluorescentes e perneiras e aparelhos cardíacos e palmilhas e dorsais e medalhas e empenos e geles e isotónicos e tudo e tudo e eu também preciso disso na minha vida. No meu currículo tenho provas de 3000m, mini maratonas de 4000m, provas de 10km e triatlos na distância de sixteenth-ironman entre outros. O meu objectivo na vida e na corrida é continuar a ser igual a mim próprio e evitar assaduras.

One thought on “Acabou-se a Vaselina

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: