Boa noite corredores.

Venho apresentar-vos os novissimos Crivit Mega Boost GTi2.

Já há algum tempo que andava com curiosidade nestas sapatilhas da marca alemã mas ainda não tinha tido oportunidade de os ver ao vivo.

Confesso que quando li sobre esta nova tecnologia não fiquei especialmente curioso pois não sou um corredor muito rápido e estes ténis parados parecem ir a 3:20/km mas resolvi dar a mão à palmatória e ir à apresentação ao vivo.

A primeira coisa que salta à vista é a ausencia do buraco extra para os atacadores. A Crivit abdicou deste furo extra devido a parte dos corredores não o saber usar. Para compensar baixou 10º o último furo. Sem saberem os atletas estão a apertar melhor os ténis e a abraçar todo o seu pé.

Na zona do calcanhar as sapatilhas têm a fitinha que serve tanto para pendurar os ténis a secar, como para puxar e ajudar no calçamento dos ditos. Útil para atletas mais pesados e que não se conseguem dobrar, podem prender ali uma corda e puxar à altura da cintura.

O belo e a beleza têm sido objecto de estudo ao longo de toda a história da Crivit. A beleza está etimologicamente relacionada com “brilhar”, “aparecer”, “olhar”. Na antiga Grécia a reflexão estética estava centrada sobre as manifestações do belo natural e o belo artístico. Para Pitágoras o belo consiste na combinação harmoniosa de elementos variados e discordantes. Estes Mega boost GTi2 são disso um bom exemplo.

Destaque ainda para o facto de terem acabamentos Strobel em EVA para grande flexibilidade e o material exterior estar directamente cosido à palmilha.

A malha exterior respirável com sistema Air-Dynamic-Flow (ADF) permite uma ideal circulação do ar dentro das sapatilhas, um pouco como o sistema Air Back Flow (ABF) do X1 ARMÁRIO SNACK da Mercatus.

A marca não disponibilizou o drop deste modelo mas eu coloquei um altímetro nas sapatilhas na frente e no calcanhar e posso dizer que o drop é de 5mm.

Por fim, a sola em phylon bastante flexivel e que macacos me mordam se quando estiver farto destes tenis não os vou cortar e fazer umas rodelas para oferecer a uma colega que adora bolachas de arroz.

IMG_4997
IMG_4996
IMG_4998
IMG_4999
IMG_5005