A primeira vez

Ontem foi a minha primeira vez e vou partilhar convosco!
Resolvi ceder à pressão da qual tenho sido alvo nos últimos tempos e acho que fui fazer trail… de noite.
Era dia de escadinhas & subidinhas mas eu fui para os montinhos & ervinhas.
Moro em lisboa desde q nasci mas de Monsanto só conheço o parque dos índios e o Alvito, ontem no entanto lá fui com amigos da crew experientes e que conhecem bem monsanto fazer uma corrida pelo mato.
Foi um treino mto agradável que deu para conhecer todos os pontos turísticos de Monsanto, o auditório, a prisão, o canil, e a famosa subida do cozido, que verdade seja dita fui enganado pois não tem nenhum restaurante a servir cozido à portuguesa.
Para correr de noite é preciso um frontal ou então ir num grupo grande em que todos têm frontal e dê para aproveitar a luz alheia. No meu caso eu tinha um frontal antigo em casa, nem sei porquê, e foi o que levei. Obviamente iluminava tanto como ir com um telemóvel na mão…
Ao início a escuridão estava a fazer-me alguma confusão mas na realidade para correr em Monsanto, a primeira vez ser de noite é uma grande vantagem pois não conseguimos ver o caminho. Vamos ali de frontal na testa e não sabemos se ainda temos de subir muito ou pouco pois só dá para ver uns metros. Psicologicamente é optimo pois em determinadas partes se eu conseguisse ver as subidas todas desistia logo ali.
É estranho quando vem algo em sentido contrário pois só se vê luzes e não sabes se são pessoas, lobisomens, pirilampos, assassinos em série ou a malta do Costume…
Há partes de relva, alcatrão, terra batida e cenas com nomes técnicos que ainda me passam ao lado. Se calhar passei em single tracks e estradões mas não sabia que o eram.
Mandaram-me levar água, mas até passámos em diversos pontos com água (bem mais do que em Belém por exemplo).
Resumindo foi um treino bastante agradável, sendo que o mais complicado mesmo foi enquanto um dos elementos da CREW filmava a corrida não me sair da cabeça o Blair Witch Project.

Ricardo Silva

Eu sou o Ricardo Silva e este é o meu blog …ou site ou sítio ou o que lhe quiserem chamar. Estou aqui para vos motivar, para vos ensinar cenas sobre corrida, running e algum jogging, para relatar os meus treinos e da minha crew, para vos ajudar a superar tudo e todos e para irem até ao infinito e mais além. A minha carreira como corredor começou muito cedo. Na zona onde eu vivia os jovens tinham por hábito atirar ovos no carnaval, e eu odeio ovos. Por isso treinava sempre o ano inteiro para chegando o entrudo conseguir ir de casa para a escola e vice-versa sem levar com um ovo na tola. Posso dizer que fui sempre bem-sucedido nesta matéria e até hoje nem 1 ovo aterrou na minha cabeça. Com o passar dos anos e a entrada para a faculdade a minha motivação para a corrida passou a ser outra. Tinha de apanhar 1 autocarro, 1 comboio, e barco e novamente um autocarro para chegar à faculdade. A margem de erro era mínima por isso tinha de andar sempre a correr para garantir que não perdia nenhum destes transportes. Hoje em dia corro porque está muito na moda. Toda a gente corre e tem roupas fluorescentes e perneiras e aparelhos cardíacos e palmilhas e dorsais e medalhas e empenos e geles e isotónicos e tudo e tudo e eu também preciso disso na minha vida. No meu currículo tenho provas de 3000m, mini maratonas de 4000m, provas de 10km e triatlos na distância de sixteenth-ironman entre outros. O meu objectivo na vida e na corrida é continuar a ser igual a mim próprio e evitar assaduras.

One thought on “A primeira vez

  • Outubro 28, 2015 at 12:26 pm
    Permalink

    Eu já fiz um trail noturno. Foi a minha primeira prova de sempre. Fui a caminhada e corri poucos metros porque estava no inicio e o percurso tem subidas de morrer. É o Trilho das Dores, nas Abitureiras (Santarém). Adorei a experiência e em Março vou voltar.
    Voltei a fazê-lo agora o mês passado de dia e já não gostei tanto por causa do terrível calor.
    Adorei a adrenalina de estar quase tudo escuro e ir só com uma amiga e com a luz do frontal. Fizemos quase o percurso todo distanciadas do resto do pessoal da caminhada.

    Reply

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: