Escadinhas e subidinhas

Bom dia participantes!

Já há algum tempo que andava com curiosidade em ir espreitar os famosos treinos de Escadinhas e Subidinhas organizados pelo blog Porque a vida não é só corrida, o percurso é apresentado como Médio+ de dificuldade e com cerca de 12-14km. Bem sei que é uma brutalidade mas resolvi comparecer. O treino tem 2 horas e picos.

Perto de 70 pessoas compareceram em Santa Apolónia, e a primeira impressão que tive quando cheguei foi de que tinha acabado de entrar na jaula dos leões. Era só atletas com t-shirts de provas de 100km e 70km e não sei quantos mais. UTAX, UTSM, MIUT, era só escolher.. Pensei… Bem t-shirts eu se quiser também posso imprimir por isso relaxa que isto é só fogo-de-vista.

Com pontualidade britânica, às 20h20 O Capitão João Campos fez o briefing. Tudo bem explicado de como se iria passar para não nos perdermos e às 20h32 arrancámos. No briefing só faltou indicar qual seria a temperatura ambiente e se iria estar vento.

O treino chama-se escadinhas e subidinhas e eu pensei que seria algo leve. Mas cedo me apercebi que tem de ser lido como se fosse o lobo mau a dizer. “Anda cá capuchinho vermelho que tenho aqui umas escadinhas e subidinhas para ti… muhahahah”. O treino não é fácil. Ouvi dizer que já houve tempos em que desistiam cerca de 20 pessoas, ontem creio que ninguém desistiu. Eu inclusivé.

É frequentado por todo o tipo de pessoas. Altas, baixas, giras, feias, magras, gordas, com compressão e descomprimidas. Todas estas pessoas são melhores que eu.

Durante o treino existem surpresas para animar os atletas e outras para dificultar. Ora tão depressa passava alguém a correr que puxa por ti e faz ires buscar forças ao dedo mindinho, como a seguir passa um atleta com uma mochila cheia de água a chocalhar que faz com que a tua vontade de urinar aumente 500%. Há também obstáculos ao longo da prova, convém irmos sempre alerta senão levamos com líquidos atirados pelas janelas. Esperemos que água…

Durante o treino há tempo para conversas, para contar sobre aquela prova que tinha uma subida brutal que era sempre a subir, para comentar sobre a Felismina que está com mais massa gorda e fica-lhe muito bem. Há atletas que se queixam de terem uma grande pandeireta e que não permite correr mais rápido e há atletas que se entreajudam dando mel a lamber de pacotinhos.

As escadinhas são muitas e quando pensas que já acabaram o capitão parece que tira da cartola mais uma subida e desenrola mais uns degraus até à lua. Não cortei as unhas das mãos e foi uma boa ideia, pois lá para o final do treino quando já ía de gatas conseguia agarrar-me melhor aos degraus.

Para o que eu estou habituado foi um ultra-treino, recomendo irem lá testar, só fiquei sem perceber se dava ou não pontos para o UTMB.

Ricardo Silva

Eu sou o Ricardo Silva e este é o meu blog …ou site ou sítio ou o que lhe quiserem chamar. Estou aqui para vos motivar, para vos ensinar cenas sobre corrida, running e algum jogging, para relatar os meus treinos e da minha crew, para vos ajudar a superar tudo e todos e para irem até ao infinito e mais além. A minha carreira como corredor começou muito cedo. Na zona onde eu vivia os jovens tinham por hábito atirar ovos no carnaval, e eu odeio ovos. Por isso treinava sempre o ano inteiro para chegando o entrudo conseguir ir de casa para a escola e vice-versa sem levar com um ovo na tola. Posso dizer que fui sempre bem-sucedido nesta matéria e até hoje nem 1 ovo aterrou na minha cabeça. Com o passar dos anos e a entrada para a faculdade a minha motivação para a corrida passou a ser outra. Tinha de apanhar 1 autocarro, 1 comboio, e barco e novamente um autocarro para chegar à faculdade. A margem de erro era mínima por isso tinha de andar sempre a correr para garantir que não perdia nenhum destes transportes. Hoje em dia corro porque está muito na moda. Toda a gente corre e tem roupas fluorescentes e perneiras e aparelhos cardíacos e palmilhas e dorsais e medalhas e empenos e geles e isotónicos e tudo e tudo e eu também preciso disso na minha vida. No meu currículo tenho provas de 3000m, mini maratonas de 4000m, provas de 10km e triatlos na distância de sixteenth-ironman entre outros. O meu objectivo na vida e na corrida é continuar a ser igual a mim próprio e evitar assaduras.

2 thoughts on “Escadinhas e subidinhas

  • Setembro 9, 2015 at 10:06 am
    Permalink

    Obrigado pela presença Ricardo, para a próxima não tenhas vergonha e opta por aparecer na fotografia ok?

    Reply
    • Setembro 10, 2015 at 6:38 pm
      Permalink

      Combinado

      Reply

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: