Ice ice baby

Bom dia corredores

Como corredor de longas distâncias uso um truque que os atletas de elite usam que é os banhos de gelo após os treinos. Para quem não sabe os banhos gelados faz os vasos sanguíneos contraírem e depois diminuir o risco de lesão dos tecidos. Quando se sai do banho gelado o corpo aquece e faz uma outra cena qualquer que é boa para o corpo (vão ao Google para saber mais).

Não costumo usar esta técnica durante o ano inteiro mas no verão em que tenho mais tempo livre não falha.

Este ano soube que a autoridade marítima nacional desenvolveu a possibilidade de atletas poderem usufruir de banhos gelados ao longo de toda a costa portuguesa.
É um serviço gratuito e qualquer pessoa pode usar. Para isso só precisam de fazer o vosso treino perto da costa e no final descalçarem-se e enfiar os presuntos na água gelada.

O serviço está disponível de norte a sul do país com excepção de Sines.

A melhor técnica é entrar dentro de água e ficar parado com água 1 palmo abaixo da cintura (ou correm o risco de comprimir vasos que não querem). Fiquem assim parados 10 minutos parados (como quando vão fazer xixi a olhar o horizonte) e podem sair.

Acho que também está disponível em rios e barragens portuguesas mas não posso confirmar.

Bons treinos.

Ricardo Silva

Eu sou o Ricardo Silva e este é o meu blog …ou site ou sítio ou o que lhe quiserem chamar. Estou aqui para vos motivar, para vos ensinar cenas sobre corrida, running e algum jogging, para relatar os meus treinos e da minha crew, para vos ajudar a superar tudo e todos e para irem até ao infinito e mais além. A minha carreira como corredor começou muito cedo. Na zona onde eu vivia os jovens tinham por hábito atirar ovos no carnaval, e eu odeio ovos. Por isso treinava sempre o ano inteiro para chegando o entrudo conseguir ir de casa para a escola e vice-versa sem levar com um ovo na tola. Posso dizer que fui sempre bem-sucedido nesta matéria e até hoje nem 1 ovo aterrou na minha cabeça. Com o passar dos anos e a entrada para a faculdade a minha motivação para a corrida passou a ser outra. Tinha de apanhar 1 autocarro, 1 comboio, e barco e novamente um autocarro para chegar à faculdade. A margem de erro era mínima por isso tinha de andar sempre a correr para garantir que não perdia nenhum destes transportes. Hoje em dia corro porque está muito na moda. Toda a gente corre e tem roupas fluorescentes e perneiras e aparelhos cardíacos e palmilhas e dorsais e medalhas e empenos e geles e isotónicos e tudo e tudo e eu também preciso disso na minha vida. No meu currículo tenho provas de 3000m, mini maratonas de 4000m, provas de 10km e triatlos na distância de sixteenth-ironman entre outros. O meu objectivo na vida e na corrida é continuar a ser igual a mim próprio e evitar assaduras.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: